Início > Uncategorized > Lei ‘Nishimura’ – síndrome de Internet

Lei ‘Nishimura’ – síndrome de Internet

Há muito tempo lecionando no CEETEPS, na ETE de Cachoeira Paulista, tive a oportunidade de ver a Internet surgir para o público aqui no Brasil. Na mesma época, fui trabalhar na Easy Informática, em Lorena, na época uma escola de informática de cursos rápidos. O proprietário, o sr Carlos Alberto Vasquez Barbosa, decidiu investiu em um provedor BBS (que coisa, o tio avô dos provedores de Internet). A seguir a Easy era EasyGold e oferecia provedor de BBS e Internet simultaneamente.
Então, pude acompanhar o desenvolvimento de uma síndrome entre os usuários de Internet, a síndrome de Internet.
O que ela apresenta de sintomas?
O indivíduo se sente seguro sobre qualquer assunto, desde que abordado perifericamente;
Ele pode até saber o assunto, mas os detalhes devem ser postergados para uma próxima reunião, um próximo encontro, ou seja, ele tem grande tendência a protelar qualquer compromisso, em especial os da vida real;
Aos poucos, vai se afastando da vida social e real, para viver cada vez mais no mundo virtual, e até apenas no mundo virtual;
Passa a considerar o computador como único item realmente necessário, os demais, como alimentação, água, sol, ar puro, tudo isto passa a ser supérfluo.
 
Decorre deste comportamento algumas atitudes, que até podem ser prejudiciais, como:
O portador desta síndrome acredita que tudo é possível ao conhecimento próprio, através de downloads da internet. Como assim? Ora, se ele não sabe, não se preocupa em saber, pois ‘tem na internet’. E quando encontra algo na internet, como uma apostila, o fato de completar o download para o seu micro, ele entende inconscientemente que assimilou o conhecimento, mesmo sem sequer ter aberto o arquivo que foi copiado.
A pessoa passa a se considerar superior às demais (diga-se aquelas que não são como ela, que tem vida real, família, amigos, etc) e evita o contato com outros para fugir do conflito que surge ao se deparar com pessoas ‘tão diferentes’ de si.
Consideram que as pessoas que não possuem e-mail, site, blog, fotolog, Orkut, Gazzag, Beltrano, saiba jogar CS, seja expert em Linux, Windows e BeOS, sejam pessoas menos qualificadas intelectual ou socialmente que elas.
E se você disser que não possui micro… Parece que você é como um neandertal perto do Homo Sapiens Sapiens. Se você contar de algum caso engraçado (do mundo real), a pessoa não vê tanta graça assim. Mas se ela te contar a última charge do site www.charges.com.br e você não souber qual é, então você está prestes a ser excluído de sua lista de amigos do Orkut dele, e nunca mais vai receber nenhuma corrente por e-mail, que seu amigo virtual teima em te enviar, acreditando em qualquer sequência de letras com a palavra Importante no começo da frase e Repasse na última frase.
E tudo isto sem considerarmos as consequências normais deste tipo de pessoa, que sempre busca o prazer imediato, mais e mais, o tempo todo. Não tenho nenhuma pesquisa em mãos agora, mas um dia talvez eu faça, associando esta síndrome que defini aqui com o consumo de drogas, suicídios, separações, desemprego, etc. Quem sabe na minha dissertação de TCC…
 
Pois é… esta é a Lei Nishimura (síndrome de Internet).
Categorias:Uncategorized
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: