Início > Uncategorized > Agradecimento especial a todos

Agradecimento especial a todos

Gostaria de dedicar este tópico, com humildade que se deve, a todos os que me ajudaram neste trajetória profissional. Não está organizado em ordem cronológica.
– Ermenegildo Quirino Guedes – este foi meu primeiro chefe, profissionalmente falando, gerente da Caixa Econômica Federal de Cachoeira Paulista, em 1989, onde trabalhei por dois anos como office boy. Lá aprendi muito. Foi meu primeiro emprego. Usava máquina de escrever elétrica e telex (também conhecido como teletipo). E a principal lição que aprendi com ele foi sobre o valor da responsabilidade e do dinheiro. Quando uma pessoa é responsável, isto é imensurável. O dinheiro que o banco movimenta, me mostrou que tanto pobres como ricos, todos somos iguais ao final da vida. De nada adiantou um cliente ter 30 contas de poupança (uma para cada dia do mês) com vultuosas quantias de numerário, se ao final da vida, seu filhos sequer pagaram o seu caixão…
– Elcio Nunes – ele era um dos ‘acionistas’ da DiskHard. A lojinha, localizada em Cachoeira, era do trio – Elcio, Laércio e Jorge, estes dois funcionários do INPE. Trabalhei duas ocasiões lá, em 1993, quando já estava estudando na ETE de Cachoeira Paulista. Com o sr Elcio, aprendi que qualquer que seja o problema, ele não se resolve com estresse. Pelo contrário, tende apenas a piorar. Com o Laércio e o Jorge, aprendi a parte técnica, sobre como fazer manutenção e reparos em computador. Teve uma ocasião que ajudei a consertar um cabeçote de impressora matricial 9 agulhas. Foi simplesmente o máximo!
– Sidney – foi meu chefe no grupo escoteiro 144, de Cachoeira, em 1989. E depois, quando eu estava estudando na ETE, ele oferecia o seu computador para que eu pudesse exercitar meus conhecimentos de Informática. Foi essencial esta experiência. Cheguei a desenvolver uma agenda de telefones em dBase III, que consegui vender para a Mopenge Engenharia de Lorena. Foi minha primeira renda decorrente da área de Informática. Foi ele também quem me indicou para trabalhar na gráfica do Instituto Santa Tereza, em Lorena.
– Ronaldo Ramalho Malta – foi meu professor na ETE de Cachoeira, de 1992 a 1994, e meu coordenador e colega de trabalho quando me tornei professor, de 1995 a 2001. Certamente ele é um dos principais responsáveis por eu estar aqui. Quando comecei o curso, fui um desastre em todas as matérias no primeiro semestre. Então ele falou que nós, alunos da ETESG, tínhamos potencial (havíamos sido aprovados em um vestibulinho concorrido), poderíamos ser bons profissionais no futuro, e bastava apenas mudarmos algumas atitudes de adolescentes revoltados. E todos ouviram isto, mas pouco escutaram. Da minha turma, eu, José Renato (ex-CPTEC e atual Furukawa) e o Márcio Alexandre (ex-INPE), somente nós três continuamos na área… de uma turma de 40 alunos. Com ele aprendi a cumprir prazos, respeitar a instituição e dar o melhor de mim nas aulas.
– Alayde – responsável pela gráfica do Instituto Santa Tereza, de Lorena. Foi a primeira chefe que tive, e foi também uma das mais rígidas. Na época não entendia muito bem tudo o que acontecia, não tinha uma visão sistêmica como tenho hoje, mas as lições que aprendi, estas valem até hoje.
– Carlos Alberto Vasques Barbosa – da Easy Informática, de Lorena. Por indicação do Walcyr Jr, trabalhei como instrutor de informática nos cursinhos da Easy e também como webmaster Jr, primeiro no BBS e depois no provedor de Internet. Ele sempre se dizia um ‘dinossauro da computação’, mas suas idéias eram visionárias.
– Antonio Celso – gerente da Sabesp de Cachoeira Paulista, que me ensinou a atender bem os clientes, porque são eles que pagam os nossos salários.
 
Agradecimentos especiais ao Walcyr Jr (que me indicou para trabalhar na Easy), ao Willians Rodrigo (que eu considero como um irmão), a profª Marinéia (que chamou a minha atenção nas aulas no momento certo), ao José Renato e família (por serem muito hospitaleiros e amigos), a Jackeline Médola e família (idem), ao Jonadabe (amigo do Willians, que sempre me fazia rir com suas piadas junto com o Glauco), Norival Carlos Pinto (muito sarcástico e inteligente), ao Anderson (do Objetivo de Cachoeira Paulista, um bom aluno), ao Borelli (da ETE de Caçapava, por sempre confiar em meus serviços), a Claudia Gregorio (Solaris), ao Pedro Machado Coelho de Castro (ex-ETE, atual INPE) e a muitos outros que não citei aqui, mas estão grafados com carinho nas linhas do livro de minha vida.
 
Em especial ao meu pai, o sr. Antonio Inacio de Aragão, que faleceu em 02/12/2005, aos 80 anos, deixando muitas saudades. Nem eu e nem meu irmão queríamos fazer nada na época, mas ele fez com que realizássemos a prova de ingresso na ETE. Passamos, e fizemos 3 anos de Processamento de Dados. Estou na área desde 1992, graças a ele. Obrigado, pai.
Categorias:Uncategorized
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: